Home / Sobrevivendo / Cabeça de Pudim

Cabeça de Pudim

No jurássico 1987, trabalhava em uma empresa de pequeno porte. Na área técnica era um dos donos, um técnico e dois estagiários (sim, eu era um deles). Bem o técnico recebeu proposta de uma empresa grande (XEROX) e decidiu mudar de emprego.

Tem um ditado que minha avó sempre dizia:  ” Quando a esmola é muita, o santo desconfia ! “, o dono da empresa encontrou uma pseudo mosca branca (para os novos, um achado muito raro). Acabava de retornar da ESPANHA um técnico, que trabalhava com micro-informática, porém sua formação não era reconhecida no BRASIL.

Para quem não está acostumado com este período jurássico, havia nesta terras tupiniquins uma RESERVA DE MERCADO. Impedindo que equipamentos importados fossem adquiridos no mercado nacional, reservando as compras da área para as empresas sediadas nesta terra, em outras palavras elas garantiam que ITAUTEC, SID, MICROTEC entre outras não sofresse concorrência de mercados internacionais.

Até aí tudo bem ? Porém o sujeito (passarei a chama-lo de cabeça de pudim) chega pra trabalhar, e tinha um comportamento normal, porém sempre um pouco superficial.

O cabeça de pudim em uma conversa solta para mim uma das pérolas, que guardo em minha memória desde sempre. Em um determinado ponto de uma conversa a sócia da empresa, solta uma pergunta sem maldade:

– Você sabe o que quer dizer IBM, não é ?

– Claro, INTERNACIONAL BUZINESS MACHINES (é isso mesmo BUZINESS, com som de Buzina).

Neste momento algo me pareceu estranho, na hora ouve quem achasse que ele estava brincando. Mas eu afirmo ele estava falando sério. Com o tempo, o cabeça de pudim fica amigo de nós seres inferiores (os estagiários).

E num dia em uma conversa de boteco, o cabeça de pudim solta a seguinte bomba:

– Sabe tenho uma confissão a fazer, estou com a consciência pesada. Vocês me tratam bem, estou constringido de mentir para vocês.

– Mentir, cara que história é essa ?

– Eu não tenho formação técnica nenhuma !!!

– Como cara, que história é essa ?

– Eu menti, para todos vocês !

O final da história é a seguinte ele contou para os donos da empresa e foi demitido após uns poucos meses de trabalho. Minha avó tinha razão.

O cabeça de pudim, ficou curioso do uso do termo. Observe um PUDIM clássico abaixo, o centro dele é oco. Pois é !!!

Acho que ele agiu certo, mas pense, por quanto tempo você conseguiria manter uma mentira deste nível. A cada dia o peso desta mentira se tornava maior, um dia ele seria insuportável. Acho até que ele suportou pouco, para alguém que idealizou esta história.

Dedico este post ao MOE o mais incompreendido dos TRÊS PATETAS, afinal ele tentava colocar ordem no caos.

Se gostou curta e siga

Sobre marcelo

Veja também

Eles não querem pensar

Todo homem tem um ponto forte, alguma coisa que sabe fazer melhor que qualquer outra …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial